Milongas Extremas - riffs de nylon


A primeira audição foi prazerosa e distraída. Em seguida fui grudando o ouvido nos riffs de violão e assoviando as melodias festivas. Só após um mês de dedicação, fui reparar em letras boemias e que transmitem um espírito de coletividade.

Foi por meio da comunidade Intercambio Uruguay e da indicação do amigo Raul Boeira, que cheguei a mais um trabalho original e contemporâneo, vindo do país vizinho. Milonga é o prato principal desta grande banda acústica, chamada Milongas Extremas.

O ponto forte são os arranjos de violões - sempre de cordas de nylon, no mínimo quatro em cada faixa.  Dedilham de forma criativa e com punch a atualização de um ritmo ancestral. Os vocais também são característicos, sem naipes, mas com volume e emoção agregada.

Milongas Extremas. Prestem atenção. No vídeo abaixo, pode-se ter uma boa ideia do que estou falando. Sobrou ainda um trombone, ausente no disco, e que caiu muito bem, podendo indicar um caminho certeiro para o próximo álbum.

Postagens mais visitadas