La peña e nossa ambientação

Segundo dia de Festival Nacional de Folclore de Cosquín para nós. De acordo com o companheiro Zurra, já estamos nos ambientando, o que significa que a tropa está ficando mais à vontade no território estrangeiro. De fato, chegamos meio receosos, estudando a tal de Cosquín, cuidando para não esquecer de ligar os faróis dos autos que rentamos, pois é passível de multa. Mas ontem, apesar do frio de 15 graus na Plaza Próspero Molina, estivemos bem instalados em assentos melhor posicionados e agasalhados como não o faz o marinheiro de primeira viagem. Também adentrei a área fechada do festival com máquina fotográfica em punho, conforme havia prometido aqui no blog, contrariando as normas da comissão de folclore (o resultado vocês podem conferir abaixo).


Ainda no intento de desbravar as diversas opções que a programação do festival oferece, assistimos a uma peña (programação paralela), em um barzinho nos arredores do escenário principal. Conferimos mais uma hora de show de uma das atrações que tínhamos acabado de assistir no palco do festival. Refiro-me ao grupo Canto 4, formado por jovens cantores, como se fosse uma boy band, com contrato na EMI, figurino e pose de pop star. Afora o estilo meio brega Roupa Nova de cantar, além do cacoete gospel, gostei de ouvir esta gurizada, principalmente na peña. Havia muita gente no recinto, sentadas em mesas longas como em salão de igreja, algumas dançando e todas cantando.
Sobre as atrações do palco do festival, observei que estavam “mais gaudérias” que na luna anterior. Havia muita dança, não só como performance, mas também como complemento dos shows para a televisão. Afinal o festival de folclore é transmitido ao vivo por duas emissoras nacionais. Sobre a dança, fiquei “chocado” quando los bailarines apresentaram-se sem pilcha, de calça jeans e camiseta. Para eles é natural. Continuam dançando chacareira, mas sem a fantasia.

Hoje começa o Congreso Del Hombre Argentino e Su Cultura. Também está acontecendo uma feira do livro e diversos shows paralelos. Seguimos adelante!
Argentino Luna, na única foto em que consegui permiso para me aproximar do palco.

Canto 4, en la peña.


Movimentação, dança e música à tarde, no centro de Cosquín.

Postagens mais visitadas