De los viejos para los jóvenes

Excepcional!
Que espetáculo magnífico!
Fiquei positivamente impressionado com os shows da noite de ontem no Enscenário Atahualpa Yupanqui, de Cosquín 2009. Confesso que vim para cá pensando em festival folclore a partir da concepçao que temos no Rio Grande do Sul, e mais intensamente em Passo Fundo, devido ao festival que realizam lá. Mas o que acontece aqui é totalmente revolucionário, do ponto de vista estético!
Pra começar, chegamos à Plaza Próspero Molina durante um show mais tradicional, com Leonardo Miranda. Quatro violoes e um bombo leguero. O cantor até dançou malambo. Bonito e dentro do esperado.
A seguir, iniciou minha perplexidade. Um trio de mulheres (Fulanas Trío), apareceu no palco móvel já entoando arranjos vocais de primeira e tocando diversos instrumentos, os quais elas revesavam. Melodias muy lindas, em ritmos folclóricos, com roupagem contemporânea.
Entre tantos artistas (a maioria jovens), um deles representou o ápice da noite. Fui apresentado oficialmente como público a um jovem cantautor, que já faz muito sucesso em seu país: Raly Barrionuevo. Ouçam este trabalho! É a síntese do hibridismo latino-americano. E estava lá no palco de um festival de folclore!
A propósito, refleti bastante sobre o entendimento e o uso que os argentinos fazem do folclore. Para eles, a projeçao folclórica, o tradicional e a música pop ocupam harmonicamente o mesmo palco. Nao há purismos em um espaço onde um dos objetivos evidentes é a busca da identidade nacional. É exaustivo o discurso dos apresentadores em prol das tintas que significam seu país. O bonito de ver é que essas tintas sao tradicionais, sao vanguardistas (como o competente acordionista Chango Spasiuk), e sao jovens também.
A aula que os hermanos me deram na noite de ontem se resume da seguinte forma:
Músicas folclórica é a que se passa de geraçao para geraçao, de forma que cada uma delas interfira e interprete valores comuns de maneira particular. O resultado é surpreendente e atrai milhares de pessoas de todas as idades.
A propósito e ao contrário da primeira noite, o público lotou o auditório.
NOTAS:
1. Peço desculpas aos leitores por ocasionais erros no texto. Mas a reforma ortográfica e o teclado em castelhano acabaram com meu perfeccionismo...
2. Nao logrei um cadastro de imprensa antecipadamente, por isso nao pude fotografar os shows. Mas aguardem...

Postagens mais visitadas