Documentário inédito sobre o Festival da Barranca

crédito: Emílio Pedroso
TVE foi a primeira emissora a registrar imagens do evento
considerado um microcosmo do fazer e pensar a arte

A harmonia entre o homem, a música e a natureza, às margens do Rio Uruguai, é tema do documentário Barranca – nas fronteiras da arte e da vida estreia na TVE no dia 21 de julho, às 22h30. Pela primeira vez, uma emissora de televisão cruza a porteira do Festival da Barranca, que acontece há 41 anos, em São Borja, e traz a público os bastidores do evento que até hoje representa o universo regional gaúcho.

O documentário, dirigido por Rodrigo d'Mart, retrata a singularidade de um encontro que tem como alicerces a amizade e a paixão pela música. Durante três dias, sempre no feriado da Páscoa, os mais de 300 homens convidados se isolam do mundo exterior e, além de compor canções, celebram as raízes gaúchas e suas conexões com a natureza. O filme foi gravado durante a comemoração dos 40 anos do evento em 2011 e resgata também imagens de arquivo. Um dos destaques do vídeo é a declaração histórica do poeta, historiador e escritor Aparício Silva Rillo (1931-1995), um dos fundadores do grupo Os Angüeras, considerado uma das instituições mais importantes da cultura regional no Rio Grande do Sul.
Além disso, o documentário conta com a participação de Nico Fagundes, Luiz Carlos Dornelles, Luiz Carlos Borges, Miguel Bicca, Érlon Péricles, Pirisca Grecco, Elton Saldanha, entre outros.

O documentário Barranca – nas fronteiras da arte e da vida estreia na programação da TVE no sábado, 21 de julho, às 22h30 e será reprisado em 28 de julho, às 11h.


Postagens mais visitadas