São Borja RS





Aquele dia anoiteceu na fronteira. E tudo que escorria translúcido turvou-se. Desfez-se toda continência e assepsia. Amalgamaram-se, conscientes de que haveria ressaca. E foram benditos, assim.

*fotografias captadas em São Borja, um dia antes de iniciar a 46ª edição do festival da Barranca. Na imagem do palco, durante o show no centro da cidade: Pedro Ribas, Zelito Ramos, Cabo Déco e Nandico Saldanha.

Postagens mais visitadas